Sinergias Circulares

Primeiro estudo sobre o potencial das Simbioses Industriais em Portugal

02/08/2018

Economia Circular
Qual o potencial das simbioses industriais em Portugal e que benefícios podem trazer?

Este foi o mote para o estudo promovido pelo BCSD e realizado pela 3drivers. O estudo analisou dados nacionais de 32 empresas associadas do BCSD com vista a explorar sinergias na área dos resíduos.

As 32 empresas analisadas produzem cerca de 8,3 milhões de toneladas de 267 resíduos diferentes.  Atualmente 57% dos resíduos produzidos por estas 32 empresas são eliminados e apenas 43% valorizados – uma parte dos resíduos eliminados poderia ser utilizada como matérias-primas noutras indústrias, evitando a extração de materiais virgens e a eliminação em aterro. Muitas destas transações de resíduos não acontecem devido à falta de informação, à ausência de capacidade técnica/tecnológica, aos custos associados, à burocracia e às barreiras legislativas, sejam comunitárias ou nacionais. Inverter esta situação implica analisar o potencial de transação de resíduos entre empresas, tipicamente associado a fatores como: o tipo específico de resíduo, a procura, a prática de incorporação em processos existentes e a necessidade de encontrar destinos mais adequados de tratamento e valorização.

O estudo concluiu que se parte dos resíduos eliminados na economia Portuguesa passassem a ser usados como matérias-primas noutras empresas, os impactos económicos anuais seriam uma redução líquida de consumos intermédios de 165 milhões de Euros e um contributo de 32 milhões de euros em VAB (Valor Acrescentado Bruto).

Mas os benefícios vão para além dos económicos. As simbioses podem ser traduzidas num impacto social de 1.300 novos empregos e numa numa redução superior a 5 milhões de toneladas de materiais extraídos em território nacional anualmente.

Saiba mais no site do projeto.